Cosmofórum


Boletim de Discussão de Astronomia Cosmobrain

Forum de Astronomia Cosmobrain
 
 
 
 
Criar novo tópico Enviar mensagem  [ 2 Mensagens ] 

  Autor

  Mensagem


Novato
Novato
Default Avatar.
 
 Masculino
 Msgs: 35
 Registro: 09/03/2010

Offline
Teoria do Conhecimento e História da Astronomia

Mensagempor Maurício Dantas » Qua, 07/09/2011, 23:31h

Olá amigos!!

Acho que alguns moderadores não entenderam direito o objetivo do outro tópico. Por isso, farei uma nova tentativa aqui, postando um texto meu como entrada (ou seja, ele não está desenvolvido porque a desenvoltura do assunto se deverá dar no próprio tópico) para o debate.

Minha justificativa é a de que, o próprio Eduardo, que é Administrador deste fórum, compreende e aceita perfeitamente que as descobertas científicas acontecem sempre dentro de um dado Paradigma Científico. Isto está claro lá no tópico sobre Einstein e Cesar Lattes, em que, devido a falta de tópicos como este, se chamaram o maior físico brasileiro de "esse tal de Lattes".

O texto é o que se segue abaixo


De Ptolomeu a Einstein: uma breve história da Cosmologia

Durante séculos, desde Pitágoras a Galileu, acreditou-se no dogma do "círculo perfeito". Ora, um círculo é uma figura geométrica "perfeita", logo, os movimentos dos orbes celestes são circulares - argumentaram ao longo dos evos filósofos naturais de todos os tempos. Até mesmo Galileu perseverou na crença desse dogma infundado, mas que também gerou descobertas em outras áreas da ciência: graças ao dogma do Círculo Perfeito, o inglês William Harvey descobriu a circulação sangüínea.

Contudo, a tese de Copérnico em prol do Heliocentrismo demorou cerca de 100 anos para ser aceita. Por que? Não havia então, uma comprovação matemática a favor da teoria heliostática, ao passo que, o modelo singelo e bem estruturado do ponto de vista estético, por Ptolomeu, assegurava matematicamente que o Sol era que girava em torno da Terra. Dogmas... E isto perdurou, até que o astrônomo Johannes Kepler propôs que os planetas descreviam órbitas elípitcas e não circulares em torno do Sol, e com isso, Kepler comprova matematicamente a teoria heliocêntrica suplantando em definitivo o paradigma ptolomaico.

O vulgo, as pessoas em geral, têm uma visão errônea da ciência e de como ela "progride": pensam que os progressos na ciência se dão em termos cumulativos, à maneira de tijolinhos que são acrescentados na construção de uma casa, ou retalhos que são colocados para se tecer uma colcha; ou ainda, que a ciência seja um quebra-cabeças, e tudo que há de se fazer é juntar as partes desse quebra-cabeça.

Mas a HISTORIOGRAFIA e a HISTÓRIA DA CIÊNCIA veio investigar tudo isso mais a fundo, e a verdade é que a ciência atual, não é o resultado de um processo cumulativo de conhecimento. As idéias que se tiveram sobre o átomo, por exemplo, ao longo dos séculos foram as mesmas, a saber que ele é "a menor partícula de matéria e que compõe e estrutura toda essa matéria sólida e ponderável que os nossos sentidos percebem". A idéia de Éter (Fluido Cósmico Universal, Espírito da Natureza em Henry More, Espaço Absoluto em Isaac Newton), tem pelo menos 2.500 anos de existência, e, ainda no século XIX, cientistas renomados tentaram explicar a existência do Éter matemáticamente, até Einstein dizer que a sua existência era desnecessária. Não que ele provou que era falsa a teoria do Éter, mas apenas disse que ela era descartável no âmbito da estruturação da Teoria da Relatividade.

Do mesmo modo, a Teoria do Big-bang, formulada incialmente a partir da "teoria do Ovo Cósmico", pelo padre e cosmólogo belga Georges Lemâitre, prevaleceu sobre a teoria defendida pelo russo Alexander Friedman, que postulava um Universo Estacionário, e não Inflacionário como postula as mais de 50 versões da teoria do Big-bang, que fazem parte do Paradigama Dominante. Não que Friedman e outros defensores da Teoria do Universo Estacionário estivessem errados, mas que, como observou Tommas Kuhn, a teoria inflacionária se tornou o paradigma dominante, depois que Penzias e Wilson detectaram a Radiação Cósmica de Fundo, e também a partir da constante de Hubble em 1929, e com isso, "produziram" uma "prova experimental" para a teoria do universo inflacionário. A ciência pois, constrói apenas representações da realidade (ou não?), a partir de modelos teóricos e paradigmas dominantes, que são representados por uma COMUNIDADE CIENTÍFICA que está no poder, e portanto, pretendem que esse paradigma seja o correto em detrimento dos paradigmas marginais. E aí, o que acham?

Postado inicialmente aqui: http://mascarasdedeus.forumeiros.com/t3 ... mologia#68

E, a partir desta entrada proponho:

:arrow: Como se é feita as descobertas científicas em Astronomia?
:arrow: O conhecimento astronômico que temos, atualmente, é definitivo?
:arrow: Como se constrói novas hipóteses e teorias para o desenvolvimento da ciência astronômica?
:arrow: O que são comunidades científicas?
:arrow: O que é um Paradigma Científico?
:arrow: O que são Representações Simbólicas?

O tópico se justifica, na medida em que, somente o próprio Eduardo, naquele debate sobre Einstein e Cesar Lattes, soube explicar a contento que havia várias teorias antecedentes, como as de Henry Poincaré e as de Albert Riemann (matemática e física não euclidiana) que deram origem à Teoria da Relatividade, e que portanto, a ciência e as teorias científicas nunca são construídas isoladamente, por um único homem, mas elas sempre surgem em contextos culturais e científicos específicos.

Bom, ir além disto já seria antecipar uma série de coisas que cabem serem desenvolvidas no próprio debate. Peço desculpas, de antemão, pela singeleza do texto introdutório, pois que, como eu já disse, ele figura apenas como uma entrada para o debate.

Este debate é importante para esclarecer as pessoas sobre:

:arrow: Como são e como foram, historicamente, construídos os vários paradigmas e teorias astronômicas e físicas
:arrow: Como as teorias científicas sempre são construídas em contextos culturais, políticos, científicos e ideológicos entre outros.
:arrow: Que todos podem se tornar cientistas na área da Astronomia, Física, Matemática e Cosmologia - bastando para isto, fazerem graduação, mestrado, doutorado, pós-doutorado e livre-docência em Universidades Públicas
:arrow: Que a ciência é objeto de crítica assim como todas as demais instituições sociais

E enfim, para a divulgação da Astronomia enquanto ciência

Que, enfim, este tópico não tem como objetivo denegrir ou criticar práticas e teorias científicas, mas, muito pelo contrário, torná-las claras, compreensíveis e acessíveis a todos.

É isso.

Abçs,




Voltar ao topo
 Perfil  
 

Novato
Novato
Default Avatar.
 
 Masculino
 Msgs: 35
 Registro: 09/03/2010

Offline
Re: Teoria do Conhecimento e História da Astronomia

Mensagempor Maurício Dantas » Qui, 08/09/2011, 00:14h

Lembrando que (Minha opção de editar se esgotara! :evil: ), como está escrito na própria descrição do Fórum sobre História e Mitologia:


Temas Variados

História e Mitologia
História da Astronomia. Impactos científicos e sociais das grandes descobertas astronômicas. Arqueoastronomia. Mitologia associada à Astronomia. Constelações e nomes de estrelas. Filosofia da Ciência :shock: .
(Olhem aí, até mesmo o sub-tema Filosofia da Ciência está dentro das regras!!)

o nosso propósito de encetar esses estudos está perfeitamente adequado à descrição do fórum História e Mitologia e seus sub-temas.

Hoje esse tema é mais fascinante, com a descoberta da Matéria-escura e a Teoria do Big-bang! A meu ver, um fórum cuja proposta de estudos e debates incide e pretende coincidir com os conhecimentos da Ciência Oficial, da Academia Oficial, não pode prescindir de tais estudos, porque estudar e conhecer a Astronomia é abordar seus vários aspectos e interfaces como:

- Teorias Astronômicas
- Práticas Astronômicas
- História da Astronomia
- Filosofia da Astronomia
- Impacto social das descobertas científicas
- "Escolas" de Astronomia, ou seja, os Paradigmas científicos de cada época
- A Astronomia e sua ligação enquanto aspecto do fazer e do saber humano, articulado com outras áreas do conhecimento, como a arte, a música, a Física, a Filosofia e etc.

Espero que todos participem e que esses estudos só venham a enriquecer este fórum e trazendo novos conhecimentos para todos os seus participantes.


Att.

Maurício




Voltar ao topo
 Perfil  
 
Mostrar mensagens anteriores:  Organizar por  
Criar novo tópico Enviar mensagem  [ 2 Mensagens ] 

 
Ir para:  
 

 Usuários Online

Usuários online neste fórum: Nenhum usuário registrado online e 1 visitante
 Todos os Horários são UTC * Todos os IPs são logados.
 
 
Criar novos tópicos: Negado
Responder tópicos: Negado
Editar suas mensagens: Negado
Excluir suas mensagens: Negado
Enviar anexos: Negado